Instituto de Psiquiatria (Ipq) tem 15.500 m² construídos na década de 1940, tendo sido  inaugurado em 1952, ano em que foi introduzido o primeiro neuroléptico / antipsicótico (a clorpromazina), que revolucionou o atendimento psiquiátrico.

O instituto é a base operacional do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP e integra a rede de Centros Colaboradores da Organização Mundial da Saúde para Pesquisa e Treinamento em Saúde Mental.

Dispõe de Ambulatórios Gerais e Especializados, Unidades de Internação, Centro de Reabilitação e Hospital-Dia, Serviços de Diagnóstico, Tratamento Biológico e Psicoterapia, Laboratórios, uma Divisão de Neurocirurgia Funcional e mais recentemente a Ressonância Magnética entre outros.

Conta com 4 salas cirúrgicas, unidade de aplicação de ECT e sala de indução de anestesia para RM. Conta com 12 médicos anestesiologistas. Por ano, são realizados 1100 procedimentos anestésicos no centro cirúrgico, 3600 sedações para ECT e uma estimativa de 360 sedações para RM.